+351 261 814 240
38.964797, -9.302733

Espécies Dominantes

Possuindo uma grande diversidade de ecossistemas, a TNM permite mesmo ao visitante mais desatento, identificar várias espécies de plantas, nomeadamente árvores e arbustos.

Começando pela zona ripícula, passando pelos pinhais, zonas de floresta mista, zonas de matos e até mesmo pelos eucaliptais, todas elas possuem características muito próprias e de grande beleza.

A dominância de determinada espécie varia em função do ecossistema, nomeadamente, disponibilidade de água, tipo de solo, exposição solar, entre outros factores.

As espécies vegetais mais comuns:

Estrato Arbóreo

Carvalho Português

(Quercus faginea)

Abundante e disperso por todo o território;

Sobreiro

(Quercus suber)

Abundante e ocorre nas zonas de baixa altitude;

Azinheira

(Quercus ilex)

Presente apenas no Jardim anexo à Casa de Campo;

Pinheiro-manso

(Pinus pinea)

Pouco abundante e localizado na zona do Pinhal da Chanquinha;

Pinheiro-bravo

(Pinus pinaster)

Abundante e localizado entre a zona da Barroca e o Codeçal;

Castanheiro

(Castanea sativa)

Pouco abundate e ocorre nas zonas de baixa altitude;

Castanheiro-da-Índia

(Aesculus hipposcastanum)

Pouco abundante, ocorre apenas na zona do Celebredo;

Choupo

(Populus sp.)

Abundante, ocorre nas zonas de baixa altitude e junto das linhas de água;

Plátano

(Platanus sp.)

Abundante e ocorre apenas no vale principal, junto à ribeira de Safarujo;

Salgueiro

(Salix sp.)

Pouco abundante, ocorre nas zonas de baixa altitude e junto das linhas de água;

Freixo

(Fraxinus sp.)

Abundante, ocorre nas zonas de baixa altitude e junto das linhas de água;

Loureiro

(Lourus nobilis)

Pouco abundante, ocorre junto das linhas de água;

Olaia

(Cercis siliquastrum)

Pouco abundante e ocorre apenas no vale principal, junto à ribeira de Safarujo;

Ulmeiro

(Ulmus minor)

Pouco abundate e ocorre de forma dispersa;

Zambujeiro

(Olea europaea var. sylvestris)

Abundante e ocorre disperso por todo o território;

Eucalipto

(Eucalyptus globulus)

Pouco abundate, ocorre concentrado em 5 zonas;

Estrato Arbustivo

Pilreteiro

(Crataegus monogyna)

Abundante, ocorre disperso por todo o território e na Tapada atinge um porte arbóreo;

Carrasco

(Quercus coccifera)

Pouco abundante, disperso por todo o território;

Urze

(Erica sp.)

Muito abundante, ocorre por todo o território;

Murta

(Myrtus communis)

Pouco abundante, distribuição fragmentada e dispersa;

Aroeira

(Pistacia lentiscus)

Pouco abundante, distribuição fragmentada e dispersa. Antes do incêndio de 2003, alguns exemplares atingiam porte arbóreo;

Trovisco

(Daphne gnidium)

Muito abundante, ocorre por todo o território;

Tojo

(Ulex sp.)

Abundante, ocorre por todo o território;

Estrato Herbáceo

Braquipódio

(Brachypodium phoenicoides)

Muito abundante, ocorre por todo o território;

Feto

(Pterydium aquilinum)

Muito abundante, ocorre por todo o território;

Junco

(Juncus sp.)

Abundante e ocorre apenas nas zonas húmidas;